NOTÍCIAS

Noite de tangos, valsas e choros

No último sábado do Inverno Cultural, 29, o Conservatório Padre José Maria Xavier foi palco de recitais de violão clássico e flauta organizados em parceria com estudantes do curso de Música da UFSJ. O repertório variado das três apresentações da noite incluiu fandangos, valsas e choros de compositores nacionais e estrangeiros, como Bach e Egberto Gismonti.

O primeiro violonista a se apresentar foi Ângelo Márcio, que interpretou arranjos de Bach, Guilhermino Reis e Antônio Jacobino adaptados para o violão. Graduando no curso de Música da UFSJ, Ângelo iniciou seus estudos de violão clássico no próprio Conservatório e hoje é professor de musicalização infantil na Vibratos Escola de Música, da qual também é fundador.

Também graduando em Música na UFSJ, o são-joanense Octávio Delucchi interpretou temas dos compositores Joaquim Rodrigo, como “Trez Piezas Españolas” e “Fandango”. Obras de Dionisio Aguado, Francisco Tárrega e Sergio Assad também estiveram no repertório. “Além do Inverno Cultural proporcionar essa oportunidade para a gente, o que nem sempre acontece, também ajuda a divulgar nosso trabalho”, declara quando perguntado a respeito da importância de fazer parte do Festival.

“Esse repertório é novo, do início do ano passado. Algumas músicas são mais especiais para mim, como as do Rodrigo, com as quais me identifico mais”, conta Octávio. Ao longo de sua carreira, o violonista vem acumulando importantes premiações, tendo vencido os concursos BDMG Jovem Músico e Concurso Nacional de Violão Musicalis, ambos em 2016.

O duo formado por Tamíres Rampinelli (violonista) e Amana Veiga (flautista) encerrou o recital apresentando arranjos adaptados de canções de Pixinguinha e Egberto Gismonti. Graduada em flauta transversal pela UFSJ, Amana falou da felicidade em participar do Inverno Cultural: “Retornar a São João del-Rei fazendo um recital com minha colega, para mim, é muito importante, e dá um frio na barriga!”, brincou.

Amana atualmente é professora no Conservatório Estadual de Música Haidée França Americano e também faz parte da Orquestra de Jazz Pró-Music da UFJF. Sua parceira de palco, Tamíres, é graduanda em música com habilitação em violão e coleciona participações em Festivais, como os de Campos do Jordão, Ouro Branco e o próprio Inverno Cultural.

Texto: João Vitor Bessa

Edição: Rogério Alvarenga

Foto: Delcimar Ribeiro


Universidade Federal de São João del-Rei
Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários
2016/2017 - Todos os direitos reservados