NOTÍCIAS

Cenas que ensinam

Quando começamos a conhecer o mundo, qualquer espera é demorada. Entre uma descoberta e a próxima brincadeira, só reparamos que o tempo passou quando percebemos o quanto foi aprendido. É por isso que as histórias contadas durante a infância são tão importantes. Como no Espetaclim, espetáculo infantil do último sábado, 28, do 30° Inverno Cultural UFSJ.

Os momentos que prendiam a nossa atenção a ponto de nos esquecermos das traquinagens também eram aqueles que nos ensinavam novas palavras, números e sensações. E foi em um Centro Cultural lotado que parte de uma nova geração registrou na memória os ensinamentos de Paulinho Polika.

Em um Espetaclim de marionetes, o artista vestido de palhaço chamava os pequeninos para participarem da apresentação, criando uma atmosfera intimista e didática. Nas curtas cenas apresentadas, o artista relembrava números, ao mesmo tempo que as transportavam para um universo imaginário circense.

Em certo momento, a quantidade de crianças na apresentação fez com que eu, escalada para cobrir o evento como repórter de texto, sentasse atrás do palco. E foi justamente ali que eu descobri a melhor visão.

Pude observar as carinhas de curiosidade a cada intervalo entre as cenas, os olhinhos brilhando depois do caminhar de um dos personagens sobre suas cabeças e a vontade de gritar a próxima resposta a um palhaço indagador.

Os fios e as luvas davam vida aos personagens, que se despediram do público deixando novas experiências e a vontade de revê-los. Os pequeninos poderiam voltar para as suas brincadeiras com a certeza de que a espera valeu a pena.

 

Veja aqui cobertura fotográfica do Espetaclim. Visite, também, o Flickr do Inverno Cultural UFSJ: www.flickr.com/photos/oinvernoculturalufsj/albums

Texto: Mariana Ribeiro
Edição: Rogério Alvarenga
Foto: Espetaclim, 30° Inverno Cultural UFSJ. Crédito: Clara Rosa
Publicada em: 02/08/2018


Universidade Federal de São João del-Rei
Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários
2016/2018 - Todos os direitos reservados