Notícias

Grupo Brasileirinhos dá aula de choro no e fora dos palcos

O Grupo Brasileirinhos ofereceu ao Inverno Cultural lições de música tanto em sala de aula quanto no palco do Conservatório Estadual de Música Padre José Maria Xavier. No dia 27 de julho, o grupo, formado em Varginha, ministrou duas oficinas ensinando particularidades do ritmo “choro” e terminou sua passagem por São João del-Rei no palco, tocando grandes clássicos de Chiquinha Gonzaga, Pixinguinha e Waldir Azevedo.

Formado em 2014, o Brasileirinhos é composto por Bruno Vieira, no pandeiro; Felipe Rossi, na flauta; o violonista Homil Júnior e Leonardo Chalana, alternando entre o cavaco e o bandolim.

Oportunidade de aprendizado

A primeira oficina, denominada "Prática de Choro e História do Gênero", foi ministrada na Escola Estadual Idalina Horta Galvão, no Senhor dos Montes, e atraiu o público infantil. Já a segunda oficina, "Master Class", aconteceu, à tarde, no Conservatório para o público adulto. Felipe Rossi comentou a experiência compartilhada na segunda atividade. "Foi muito interessante, porque pudemos nos aprofundar nas questões históricas do choro, uma vez que os alunos já tinham uma bagagem e interagiram muito."

Um dos inscritos na Master Class, Ronaldo Cordeiro, é de Rio Branco, Acre, e se interessou pela atividade em sua passagem por São João. Ao final da lição, Ronaldo se juntou aos seus mestres e tocou violão de sete cordas: "A oficina foi muito construtiva. Sou muito interessado em música brasileira. Eles são músicos virtuosos e explicaram tudo direitinho."

A união entre teoria e prática não foi pensada por acaso. Os integrantes do Brasileirinhos têm uma longa formação em música, passando por escolas de várias partes do estado. O quarteto embarcou no Inverno Cultural disposto a dar uma lição de choro do começo ao fim. "A ideia foi justamente unificar a parte histórica e a música." Ao fim da Master Class, horas antes de subir ao palco, Rossi avisou: "Vamos guardar o resto das lições para o show, se não vocês não vão."

O show

Com o teatro cheio, por volta das 20h, o Grupo Brasileirinhos subiu ao palco. Entre os clássicos do choro, como “Tico-Tico no Fubá", eternizado na voz de Carmen Miranda, os músicos dialogavam com a plateia, contando detalhes sobre as canções. William e Vanessa Castelini vieram de Taubaté, São Paulo, visitar São João del-Rei e descobriram por acaso a programação do Inverno Cultural. "Estamos adorando tudo e achando muito bom, pois em Taubaté não tem esse tipo de evento de graça."

Ao final, os espectadores ovacionaram de pé os Brasileirinhos. "É uma vitória cantar em uma cidade cultural como São João del-Rei. Uma conquista para o nosso grupo. Muito obrigado", disse Felipe.

 

Texto: Rafael Martins

Edição: Suelen Moura

Revisão: Joana Fhiladelfio

Imagem: Thais Andressa

 


Universidade Federal de São João del-Rei
Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários
1988-2019 © Todos os direitos reservados