EXPOSIÇÃO: COMO COSTURAR ÀS MARGENS?

 

SINOPSE:  O leito do Córrego do Lenheiro sempre é visto com saudosismo por boa parte dos antigos moradores de São João del-Rei. Trata-se de um córrego, que, em outros tempos, servia como importante área de lazer nos finais do século XIX. Atualmente tornou-se um espaço de escoamento do esgoto e também de lixos sólidos, que, constantemente, se depositam em suas margens. O projeto “Como costurar às margens” visa, a partir do atrativo visual, criar, também, um outro olhar para o córrego, revitalizando a relação da cidade com o seu leito e despertando outros deslumbramentos para esse curso d’águ, que outrora fora um personagem importante da história e origem de São João del-Rei. As cordas  foram confeccionadas com o entrelaçamento de roupas doadas pelos moradores. A produção do trabalho será realizada por três performers e terá duração de seis horas.

Foto montagem ilustrativa da exposição

Currículos dos artistas: Mar de Paula: Artivista visual e performer, pesquisa as interfaces de contato entre a fotografia, instalação e a performance. Formou-se em Comunicação Social pela UFSJ. Já participou de exposições por São Paulo, Minas Gerais e Bahia. Hana Brener: Bióloga, performer, arte-educadora, artesã e bailarina pesquisadora. Atualmente integra o Grupo de Estudos em Contato Improvisação SJDR, Grupo Didê Orí de dança afro e Coletivo Riacho, no qual é performer criadora dos espetáculos Deságua (2017), Odre (2018) e performance Danço seu silêncio (2018) e a Instalação Retalhar (2018). Pi Videira: Performer, arte educador, figurinista e diretor. Integra o Coletivo Riacho, trabalhando na encenação e direção de arte dos espetáculos Deságua (2017), Odre (2018), Projeto de Fotoperformance Soupiedaí (2017/2018/2019) e a Instalação Retalhar (2018).

 

DIAS: 20 a 28 de julho de 2019

HORÁRIO: 8 às 18h

LOCAL: Córrego do Lenheiro (ao lado do Terminal Rodoviário)

PÚBLICO: Livre


Universidade Federal de São João del-Rei
Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários
1988-2019 © Todos os direitos reservados