O 32º Inverno Cultural UFSJ recebe, de 06 de março a 03 de abril de 2020, propostas voluntárias de participação entre as comunidades internas da UFSJ e IF Sudeste-MG, especialmente, aquelas oriundas de projetos e programas de artes e extensão. Neste ano, o festival será de 18 a 26 de julho de 2020 em São João del-Rei/MG.

Após nove dias de Inverno Cultural, as bandas Saguaros e Tuatha de Danann encerraram, na noite de domingo, 28, o festival. Um encerramento de peso reservado para o Palco Inverno, já que as ambas flertam com o heavy metal - e, no caso da Tuatha, também com a música celta.

No pátio do Fortim dos Emboabas, em uma ensolarada manhã de domingo, a contação de histórias A Encantadora Odara Dandara animou o dia das crianças e pais ali presentes. A professora e contadora de histórias Vanda Ferreira trouxe contos africanos e afro-brasileiros narrados através da personagem por ela interpretada, Odara Dandara.

Um a um, os instrumentos começam a soar as primeiras notas. Assim começa a roda de samba. E então Aline Calixto pede licença, enquanto caminha graciosamente em direção ao centro do palco, sorrindo, radiante, e carregando em seu ventre um bebê com sete meses de gestação. A cantora se ajeita em um banco e de lá comanda a festa, entrando em sintonia instantânea com o público que compareceu ao pátio do campus Santo Antônio, no penúltimo dia do Inverno Cultural.

Na noite de sábado, 27, o conjunto Emsemble Ars Plena apresentou o concerto “A influência italiana na música do Brasil e da Europa” na Capela da Santa Casa, às 20h30. No oitavo dia de Inverno Cultural, o público pode se deliciar com as performances do violinista Roger Ribeiro e do cravista Eduardo Antonello.

"Uma bagunça organizada" foi como os músicos da banda Ladrão definiram sua arte. Na noite de quinta-feira, o grupo subiu ao Palco do Inverno, trazendo uma fusão de diferentes ritmos: rock, capoeira, música popular brasileira, reggae, eletrônica e outros estilos. A arte de "Ladrão" é feita por Daniel Vitarelli, nos vocais e bateria, pelo guitarrista Farrah e pelo baixista Formigão, da banda Planet Hemp.

Na tarde do sábado, dia 27 de julho, dona Vicentina Neves recebeu o público do 31º Inverno Cultural, no Fortim dos Emboabas, para uma contação de histórias sobre o Grupo de Inculturação Afrodescendente Raízes da Terra. “Para todo mundo entrosar nosso axé” foi o convite feito ao público que compareceu à roda de Maracatu.

 

REALIZAÇÃO

 
 
 

 

 

APOIO

 
 
     
     
     

Universidade Federal de São João del-Rei
Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários
1988-2020 © Todos os direitos reservados