• 14603351167_1a18199057_o.jpg
  • 35418051724_b63bc58f22_h.jpg
  • 36020494032_79126b0d57_h.jpg
  • apac-aarteliberta.jpg
  • capa01.jpg
  • thais.jpg

As inscrições para os editais de seleção de propostas artísticos-culturais e o Mutirão Cultural Ecologia dos Saberes, que integrarão o 31º Inverno Cultural da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) começam na próxima segunda-feira, dia 18.  O festival acontecerá de 20 a 28 de julho, nesta cidade. Desde o último dia 30 de janeiro, os editais estão disponíveis para consulta pública dos grupos e artistas da comunidade externa à instituição de ensino superior.  

A organização do 31º Inverno Cultural da UFSJ divulgou no dia 20 de fevereiro o edital para selecionar bolsistas de extensão na área de Artes Cênicas.  Estão sendo oferecidas duas vagas para atuação na pré-produção e produção cênica, atividade que compreenderá o período de 01 de abril à 31 julho de 2019. Há também seis vagas para bolsistas que atuarão na produção cênica de 01 a 31 de julho de 2019.

O 31º Inverno Cultural UFSJ recebe, até 10 de março de 2019, propostas voluntárias de participação, entre as comunidades internas da UFSJ, FAUF, IF Sudeste-MG e UNIPTAN, especialmente aquelas oriundas de projetos e programas de extensão. Neste ano, o festival será de 20 a 28 de julho de 2019, em São João del-Rei/MG.

Escritores e autores interessados já podem se inscrever para lançarem seus livros durante a programação do 31º Inverno Cultural UFSJ. O edital para seleção de propostas voluntárias está on-line desde o dia 5 de fevereiro e pode ser conferido através do link https://goo.gl/PLMJDo.

Foram divulgados, no dia 30 de janeiro, os editais para seleção de propostas artístico-culturais e para o Mutirão Cultural Ecologia dos Saberes, que integrarão o 31º Inverno Cultural da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ). O festival acontecerá de 20 a 28 de julho, em São João del-Rei, MG.

Um dos principais objetivos do Inverno Cultural, maior programa de extensão da UFSJ, é a democratização da cultura. No meio do caminho de mais de três décadas de festival, o desafio: como proporcionar a todos o acesso às mais diversas expressões culturais do festival? Eventos nos bairros, diálogo com as comunidades e, cada vez mais destacada, a presença de intérpretes de Libras, para que surdos também sejam incluídos na narrativa.

Como tudo o que é bom um dia acaba, o 30º Inverno Cultural da UFSJ chegou ao fim no domingo, 29, depois de aquecer a cena artística e cultural da cidade durante nove dias. Coube à rapper Tamara Franklin ocupar o espaço de destaque como última atração do festival. Com o mic na mão e flow afiado, ela levantou bandeiras para o público cantar, dançar e pensar.

O último dia da 30ª edição do Inverno Cultural UFSJ foi prato cheio para amantes de rap. A última atração do evento, Tamara Franklin, flerta com o ritmo em meio a diversas influências da música negra. Um pouco antes do show da cantora nascida em Ribeirão das Neves, a banda Pimenta de Macaco já subia ao palco levando consigo influências como Sabotage, Criolo e Gabriel, o Pensador.

A Sala Preta recebeu boa parte das apresentações de Artes Cênicas durante o 30º Inverno Cultural UFSJ. A última delas, concebida pelo coletivo Toda Deseo, foi Ser: Experimento para Tempos Sombrios, encenada para uma plateia formada por estudantes, artistas e entusiastas do Teatro.

 

REALIZAÇÃO

APOIO

 
 
 

Universidade Federal de São João del-Rei
Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários
1988-2019 © Todos os direitos reservados