CONFERÊNCIA “VOZES DA COMUNIDADE E A CULTURA POPULAR NA CIDADE”

 

Visando a necessidades de diálogo com o público, de trazer e discutir a realidade dos grupos de Cultura Popular dentro do espaço urbano, bem como sua comunicação com outras manifestações artísticas, os grupos de Congado Moçambique Catopé Nossa Senhora do Rosário e Jongo Negra Mina, buscam um debate de como se promover políticas públicas que guardem a cultura de seu povo, se apresentando e contando um pouco de suas histórias, os casos de suas memórias; os congadeiros como um grupo familiar e tradicional da cidade de São João del Rei, e os jongueiros como um grupo que se faz no encontro de uma juventude imigrante, se unindo e formando os novos fragmentos destas narrativas. Como se conversam quando buscam manter o legado da Cultura Popular e representando suas origens.

 

                                        Foto: Danielle Rodrigues de Moraes 

 

O Grupo de Estudos e Prática de Jongo Negra Mina nasceu em meados de 2015 com a proposta de disseminar a cultura jongueira pela cidade de São João del Rei. Vem realizando desde então, atividades nas praças, escolas e comunidades.

O Terno de Congada Moçambique e Catopé de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito do Bairro São Dimas nasceu em 2001 para celebrar a festa da padroeira e continuar uma tradição familiar de congadeiros e salvaguardando a memória tradicional do catolicismo negro na cidade. O grupo também tem seu histórico de apresentações em escolas, museus e festas regionais de santos católicos.

 

Dia: 24 de julho, terça-feira

Horário: 18h30

Local: Sala Multimídia - Centro Cultural UFSJ (Praça Dr. Augusto das Chagas Viegas, 17 - Largo do Carmo - Centro)

Número de vagas: 30 pessoas

Público: A partir de 14 anos


Universidade Federal de São João del-Rei
Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários
2016/2018 - Todos os direitos reservados