GUIA DE OFICINAS

 

ARTE-EDUCAÇÃO

                                                                         

Oficina Teatro de Sombras para Criança

Resumo: A oficina propõe uma vivência com o público infantil nas técnicas milenares do Teatro de Sombras em seus aspectos práticos, possibilitando aos participantes experimentar a projeção de formas, silhuetas, imagens, bonecos, objetos e do próprio corpo junto a diferentes fontes de luz.

Currículo: O Grupo Girino é uma das principais companhias de teatro de bonecos do país. Com sede em Belo Horizonte, desenvolve projetos de espetáculos, oficinas, publicações, materiais pedagógicos e festival. Fundado em 2006, montou 12 espetáculos e circulou por mais de 60 festivais nacionais e internacionais. O Grupo consolidou uma trajetória de pesquisa nas técnicas híbridas do Teatro de Bonecos e Animação, mesclando atuação, manipulação de bonecos, figuras, objetos e projeção de vídeos. Um importante eixo norteador da Companhia é o desenvolvimento de projetos educativos e de formação artística. O grupo ministra oficinas e cursos para públicos de todas as idades e oferece capacitação na montagem de novos espetáculos. Desde 2012, realiza o FESTIM - Festival de Teatro em Miniatura - que já recebeu mais de 120 espetáculos de todo o país, nas técnicas de Teatro de Bonecos em pequenos formatos. 

Público: Crianças e pré-adolescentes de 4 a 12 anos

Pré-requisito: Nenhum

Material do aluno: 2 folhas de papel cartão, 2 folhas de acetato, 2 folhas de transparência para retroprojetor, 5 canetas permanentes (preta, vermelha, amarela, azul e verde), 40 cm de adesivo vinil, 1 fita crepe fina, 1 fita durex larga.

Local: Sala 1.10 - Pavilhão de Aulas do Campus Santo Antônio/UFSJ (Praça Frei Orlando, 170 - Centro)

Período: 22 e 23 de julho de 2019 (segunda e terça-feira)

Horário: 13h às 17h

Carga horária: 8 horas/aula

Número de vagas: 20 vagas 

 

Mini Teatros

Resumo: A oficina convida os participantes a conhecer o universo da criação e apresentação de microteatros. Com a ideia de buscar sensações e visões de mundo, a turma irá ao encontro de histórias e formas de contá-las sem o uso da fala, por meio de pequenos bonecos que serão confeccionados a cada dia de oficina. Toda a produção, desde a criação, do que será dito até a apresentação, será feita pelos participantes, finalizando com microespetáculos que podem caber em cima de uma mesa!.

Currículo dos professores: Leo Ortiz é ator, diretor, bonequeiro e arte-educador, formado pelo curso de Teatro da UFMG e atualmente mestrando pela UFSJ. Contam, em sua trajetória, experiências com grandes artistas nacionais e internacionais. Participou em mais de 15 espetáculos como ator e diretor e em parceria com grupos e associações, podendo citar: Teatro&Cidade, Grupo Galpão, Terceira Margem/Associação Pano de Roda, Grupo Kabana, ATEBEMG e UNIMA. 

Luciana Antunes é artista plástica, atriz e produtora, formada pela Escola Livre de Teatro CCT-Araxá. Possui formação internacional em confecção de bonecos e acessórios, além de projetos com renomadas companhias brasileiras, especializando-se em Teatro de Animação. Já participou de projetos internacionais, como o "Laboratório Plan B", dirigido por Natacha Belova em Santiago - Chile, e com grupos de renome, como no Projeto Galpão em Araxá, além de ter atuado em diversos espetáculos em sua carreira. Junto com Leo Ortiz, é fundadora da Cia. Valentina de Teatro e do Centro de Cursos Teatrais.

Público: Crianças e pré-adolescentes de 7 a 12 anos

Pré-requisito: Nenhum

Material do aluno: O aluno deverá comparecer com roupas confortáveis e tênis

Local: Sala 1.18 - Pavilhão de Aulas do Campus Santo Antônio/UFSJ (Praça Frei Orlando, 170 - Centro)

Período: 20 a 23 de julho de 2019 (sábado a terça-feira)

Horário: 10h às 12h

Carga horária: 8 horas/aula

Número de vagas: 20 vagas

 

“Mãos ao Alto! O Jogo Vai Começar!”

Resumo: “Mãos ao Alto! O Jogo Vai Começar!” é uma oficina de criação, expressão e formação de sujeito. Por meio do jogo, deseja expandir percepções sobre o outro e, nos seus espaços de convivência, despertar sensibilidades, para, assim, criar um ambiente de troca entre sujeitos e culturas, favorecendo o reconhecimento de semelhanças e diferenças. No primeiro ato, os participantes assistem a uma cena de teatro e, no segundo, são protagonistas da história.

Currículo da professora: Lucimélia Romão é natural de Jacareí, interior de São Paulo. Atriz, performer, ativista, é formada no Curso Técnico em Teatro pela Escola Municipal de Artes Maestro Fêgo Camargo, em Taubaté/ SP, e atualmente cursa técnico em Canto Lírico pelo Conservatório Estadual de Música Padre José Maria Xavier e é graduanda em Teatro pela UFSJ, na qual pesquisa performance e Teatro Negro, e Musicalidades em Cena. 

Júnio de Carvalho é ator formado pelo Curso de Preparação para Atores do Teatro da Pedra, graduando em Teatro pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) e dedica-se a estudar performatividade, teatro performativo, presença do ator.

Público: Crianças e pré-adolescentes de 8 a 12 anos

Pré-requisito: Nenhum

Material do aluno: Roupas confortáveis para alongamento

Local: Sala 3.16 - Prédio Central do Campus Santo Antônio/UFSJ (Praça Frei Orlando, 170 - Centro)

Período: 22 e 23 de julho de 2019 (segunda e terça-feira)

Horário: 8h30 às 12h30

Carga horária: 8 horas/aula

Número de vagas: 20 vagas

 

Dança e Improvisação: Con-Tato entre mundos

Resumo: A oficina propõe uma percepção corporal de forma lúdica, a partir de jogos que permitam a socialização por meio de elementos da dança e da improvisação, ao explorar a comunicação não verbal. Tendo o Contato Improvisação como alicerce, possui foco na relação, na reciprocidade e no afeto como forma de perceber a si, ao outro e ao ambiente. O intuito é ampliar a sensibilidade dos participantes para experienciar a dança improvisada, utilizando jogos e brincadeiras como rolamento, apoio, peso e tônus muscular, para explorar as potencialidades sensíveis do movimento. A sensibilidade é uma forma de conhecimento do mundo a partir do corpo e pode ser considerada como ação estética e política por sua capacidade mobilizadora. Dessa forma, corpos brincantes em dança transformam o tempo/espaço em jogo ao rodopiar no fluxo do movimento, permitindo a percepção das diversas dimensões do conhecimento que se entrelaçam num todo.

Currículo da professora: Romíria Turcheti é artista, arte-educadora e pesquisadora das Artes da Cena. Atua como facilitadora em festivais culturais, oferecendo oficinas com temáticas referentes à corporeidade, sensibilidade e ao lúdico na educação, bem como arte-educadora efetiva em escola pública. Integra o Coletivo Café com Birutas, o Grupo de Estudos em Contato Improvisação (GECI) e a Associação Cultural Eu Sou Angoleiro (ACESA/SJDR). É mestra em Arte, Urbanidade e Sustentabilidade (PIPAUS/UFSJ) e possui bacharelado e licenciatura em Teatro pela UFSJ.

Público: Crianças e pré-adolescentes de 8 a 12 anos

Pré-requisito: Nenhum

Material do aluno: Roupas leves e confortáveis sem botão ou zíper; garrafinha d'água

Local: Sala 3.18 - Prédio Central do Campus Santo Antônio/UFSJ (Praça Frei Orlando, 170 - Centro)

Período: 24 e 25 de julho (quarta e quinta-feira)

Horário: 13h às 17h

Carga horária: 8 horas/aula

Número de vagas: 20 vagas

 

Cantos, Contos e Brincadeiras Musicais

Resumo: A oficina propõe jogos em que crianças experimentarão o fazer musical coletivo, reinventando brincadeiras tradicionais presentes na cultura brasileira, usando colheres, copos, sacos plásticos, balões e outros objetos como instrumentos musicais. Além disso, através de narrativas de histórias musicadas da mitologia indígena e de contos africanos, com elementos da fauna e flora brasileira, será estimulado o imaginário infantil para o aprendizado de canções e a improvisação musical com batuques corporais. Serão traçados diálogos entre os contos narrados e brincadeiras de roda, estabelecendo a interação entre as crianças através do movimento do corpo e da voz. E explorado, também, o vasto cancioneiro infantil e de domínio público para ampliar o universo musical dos participantes e vivenciar elementos da música como timbre, intensidade sonora, alturas e ritmos brasileiros.

Currículo da professora: Daniel Torquete Barbosa é licenciado em Música pela Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP e atua como professor de música em escolas regulares e escolas especializadas de música. Como educador, já ministrou oficinas de musicalização infantil no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), fez parte do corpo de professores do Projeto Social “Querubins” e na Éspasso, Escola em Belo Horizonte. Atualmente, integra a equipe de professores da Escola Popular de Música, na capital mineira. É cantor, violonista e compositor e já se apresentou em edições do Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana, na programação do carnaval da Belotour 2019, com a banda infantil “Circo Marimbondo” e em casas de shows como o Bar Museu Clube da Esquina. Também atua como produtor e músico no grupo Artesania Musical.

Público: Crianças e pré-adolescentes de 3 a 12 anos

Pré-requisito: Nenhum

Material do aluno: Roupas confortáveis para a movimentação do corpo. Cada aluno deve trazer, se possível, chaves de porta, canudinho de refrigerante, de um a seis potinhos de Yakult, uma garrafa pet, uma ou duas  de iogurte, latas de alumínio com 15cm de diâmetro (leite em pó, farinha láctea, Nescau, etc) e uma caixa de sapato.

Local: Sala 3.17 - Prédio Central do Campus Santo Antônio/UFSJ (Praça Frei Orlando, 170 - Centro)

Período: 24 a 27 de julho de 2019 (quarta-feira a sábado)

Horário: 14h às 16h

Carga horária: 8 horas/aula

Número de vagas: 18 vagas

 

 

Meias Perdidas? Brinquedos Artesanais

Resumo: A oficina visa promover a utilização de meias velhas e “sem par” na confecção de brinquedos artesanais feitos pelos próprios participantes. Muitas alegrias surgirão no momento da confecção destes brinquedos, resgatando a infantilidade “perdida” através do uso prematuro de redes sociais e brinquedos virtuais.

Currículo da professora: Heudes Rodrigues Soares Santos tem ampla experiência em ministrar Oficinas de arte em tecido e feltro, chamada Costura Criativa, compreendendo: confecção de bolsas, mochilas, costura funcional e jogos artesanais em feltro.

Público: Crianças e pré-adolescentes de 3 a 12 anos

Pré-requisito: Nenhum

Material do aluno: meias velhas e limpas em diversas cores, cola quente, linha de bordar, agulha de mão, tesoura sem ponta, enchimento siliconado, tinta para tecido.

Local: Sala 1.15 - Pavilhão de Aulas do Campus Santo Antônio/UFSJ (Praça Frei Orlando, 170 - Centro)

Período: 24 a 26 de julho (quarta a sexta-feira)

Horário: 14h às 17h (dias 24 e 25/7) 

                14h às 16h (dia 26/7)

Carga horária: 8 horas/aula

Número de vagas: 15 vagas

 

Iniciação ao Circo

Resumo: A oficina visa proporcionar uma vivência da cultura circense por meio da introdução de oito técnicas de malabarismo, três de equilibrismo e quatro de acrobacia. Ao longo do encontro, os participantes serão estimulados a desenvolver habilidades como criatividade, liberdade de expressão, coordenação motora, condicionamento físico, capacidade de concentração e criação coletiva.

Currículo do professor: Rafael Mourão iniciou sua carreira artística há 15 anos e atualmente é um dos destaques da cena circense de Belo Horizonte. Formado em Artes Cênicas pela UFMG, em Circo Popular pela Escola Trupetralha e em mágica pelo CECAM (Centro Cultural de Arte Mágica), Rafael é conhecido como palhaço Sufoco. Foi educador do Teatro Universitário (T.U) e atualmente é professor do Curso Técnico de Circo do CICALT (Centro Interescolar de Cultura, Arte, Linguagens e Tecnologias), núcleo do projeto Valores de Minas - Plug Minas. Em 2017 criou o Circo do Sufoco dando continuidade ao seu trabalho cênico-circense.

Público: A partir de 6 anos

Pré-requisito: Nenhum

Material do aluno: Roupas confortáveis para práticas corporais; alimentação leve no dia da oficina

Local: Sala 3.22 - Prédio Central do Campus Santo Antônio/UFSJ (Praça Frei Orlando, 170 - Centro)

Período: 26 e 27 de julho de 2019 (sexta-feira e sábado)

Horário: 13h às 17h

Carga horária: 8 horas/aula

Número de vagas: 20 vagas

 

Prática de Meditação e Kindfulness (Bondade Plena)

Resumo: Mindfulness é uma qualidade mental de “estar mais consciente” e tem relação com a meditação. Hoje,ela é vivenciada em escolas, empresas e em contextos clínicos. Pesquisas indicam benefícios como: maior tranquilidade mental, redução de estresse e de ansiedade, autorregulação emocional e melhora nas relações interpessoais. Um importante elemento estudado com a meditação é a bondade plena (Kindfulness), estado positivo para a saúde. Nesta oficina serão vivenciadas práticas meditativas.

Currículo do professor: Alex Mourão Terzi - Professor do IF-SUDESTE/MG - Campus São João del-Rei. Docente convidado da Especialização em Mindfulness (UNIFESP). Pós-doutor em Mindfulness e Estudos da Linguagem (UNIFESP/UFOP). Facilitador em Kindfulness: Mindfulness Integral e Harmonia Emocional (Instituto de Ciências Contemplativas para Estudos Avançados da Mente e Promoção da Saúde). Tem voltado suas pesquisas para as relações entre estudos da linguagem, mindfulness e educação.

Público: A partir de 16 anos

Pré-requisito: Nenhum

Material do aluno: Bloco de anotações, almofada e tapete de Ioga (todos opcionais)

Local: Sala 3.22 - Prédio Central do Campus Santo Antônio/UFSJ (Praça Frei Orlando, 170 - Centro)

Período: 28 de julho (domingo)

Horário: 10h às 12h

Carga horária: 2 horas/aula

Número de vagas: 25 vagas

 

 

História e Documentário: construindo narrativas

Resumo: A oficina propõe apresentar formas de produzir conteúdo audiovisual através de câmeras e celulares, para que os participantes possam contar suas próprias histórias, incentivando uma reflexão sobre memória, história e identidade.

Currículo do professor: Thalles Leon - graduando em História pela UFSJ. Bolsista do projeto Laboratório de Imagem e Som (LIS). Dirigiu em parceria com Nara Marques o filme “Olhos D’água”. Participou em outros cinco filmes vinculados ao LIS, na produção e edição. Também, é professor no Cursinho Popular Edson Luiz, programa de extensão da UFSJ em parceria com movimentos sociais.

Público: A partir de 16 anos

Pré-requisito: Nenhum

Material do aluno: Câmeras filmadoras e celulares que filmam

Local: Sala 1.15 - Pavilhão de Aulas do Campus Santo Antônio/UFSJ (Praça Frei Orlando, 170 - Centro)

Período: 22 e 23 de julho (segunda e terça-feira)

Horário: 13h às 17h

Carga horária: 8 horas/aula

Número de vagas: 25 vagas

 

 


Universidade Federal de São João del-Rei
Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários
1988-2019 © Todos os direitos reservados