GUIA DE OFICINAS

 

ARTES VISUAIS

 

Xilogravuras: Projeto “Identidades” 

Resumo da oficina: A linguagem da xilogravura está presente na formação imagética da cultura brasileira, em nossa educação formal e informal , desde os primeiros registros de viajantes europeus, folhetos de catequização das missões, perpassando a rica produção da literatura de cordel até as artes visuais modernas produzidas nos grandes centros urbanos. Nesta oficina, será trabalhada a técnica da xilogravura, ressignificando-a para as questões da contemporaneidade, a partir do conceito de identidade. Se a xilogravura foi utilizada para educar e responder o que é o Brasil, será proposto recriar nesta técnica o diálogo partindo não da resposta, mas da pergunta pelo sujeito inserido na sociedade pós-moderna. Será feita a apropriação da atual produção imagética cotidiana de resposta identitária: selfies, fotos de aplicativos, avatares, transpondo-as a partir da xilogravura para a construção de uma narrativa própria, reassumindo, desta maneira, os discursos e diálogos das alteridades que compõem a sociedade.

Currículo dos professores: Diogo Santos Bessa desenvolveu seus estudos nas áreas da filosofia, da literatura e da arte. É doutor em Poética pela UFRJ. Trabalha como professor adjunto de Filosofia da Educação na UERJ e ministra a oficina Poética da Ilustração no Coart-UERJ. É coordenador do Projeto de Extensão Educação Poética da UERJ. Já expôs em diversos centros culturais e instituições. 

Hugo Bernabé - artista visual, desenhista, gravador, pintor e pesquisador na área de arte e educação. Atua também dando oficinas, cursos e prestando monitoria e assistência em renomadas instituições. Desde 2017, ministra a oficina Poética da Ilustração no Centro Cultural da UERJ-COART que, devido a seu caráter itinerante, já foi realizada na UFF e no SESC-Alagoas. Trabalhou na produção de filmes e espetáculos teatrais como aderecista e cenógrafo, no período da residência artística com Raimundo Rodrigues, em 2017, tendo, também, realizado diversas exposições individuais e coletivas em importantes instituições.

Público: A partir de 16 anos

Pré-requisito: Nenhum

Material do aluno: Material básico de desenho: lápis, borracha, apontador.

Local: Sala 3.10 - Pavilhão de Aulas do Campus Santo Antônio/UFSJ (Praça Frei Orlando, 170 - Centro)

Período: 22 a 25 de julho (segunda a quinta-feira)

Horário: 14h às 18h

Carga Horária: 16 horas/aula

Número de vagas: 20 vagas



Poética da Ilustração: presença do invisível 

Resumo da oficina: Nesta oficina será estudada a prática da ilustração em diferentes formatos, utilizando-se técnicas de criação pautadas, principalmente, nos processos dadaístas. Será tratada a questão simbólica e narrativa na construção do desenho, sendo paralelamente trabalhadas técnicas e materiais precários. Se apropriarão de táticas urbanas para a construção de um painel lambe-lambe, como trabalho final. Entende-se poética como a tarefa prático-teórica de pensar e produzir arte em qualquer meio, sem restrições ou juízos. Já a ilustração é o que primeiro educa visualmente, desde os quadrinhos, livros, embalagens, pôsteres e gravuras antropológicas. Neste sentido, será pensado o trabalho da arte contemporânea a partir da tensão de um cânone artístico, com aquilo que nos circunda. Durante todo o curso, não será pretendido o desenvolvimento de uma linguagem única dos alunos, mas, sim, a orientação para o aprofundamento das linguagens individuais.

Currículo dos professores: Diogo Santos Bessa desenvolveu seus estudos nas áreas da filosofia, da literatura e da arte. É doutor em Poética pela UFRJ. Trabalha como professor adjunto de Filosofia da Educação na UERJ e ministra a oficina Poética da Ilustração no Coart-UERJ. É coordenador do Projeto de Extensão Educação Poética da UERJ. Já expôs em diversos centros culturais e instituições. 

Hugo Bernabé - artista visual, desenhista, gravador, pintor e pesquisador na área de arte e educação. Atua também dando oficinas, cursos e prestando monitoria e assistência em renomadas instituições. Desde 2017, ministra a oficina Poética da Ilustração no Centro Cultural da UERJ-COART que, devido a seu caráter itinerante, já foi realizada na UFF e no SESC-Alagoas. Trabalhou na produção de filmes e espetáculos teatrais como aderecista e cenógrafo, no período da residência artística com Raimundo Rodrigues, em 2017, tendo, também, realizado diversas exposições individuais e coletivas em importantes instituições.

Público: A partir de 10 anos

Pré-requisito: Nenhum

Material do aluno: Material básico de desenho: lápis, borracha, apontador.

Local: Sala 3.10 - Pavilhão de Aulas do Campus Santo Antônio/UFSJ (Praça Frei Orlando, 170 - Centro)

Período: 24 a 27 de julho (quarta-feira a sábado)

Horário: 9h às 11h

Carga Horária: 08 horas/aula

Número de vagas: 30 vagas

 

 

Graffiti e Muralismo: o CURA - Circuito de Arte  Urbana de Belo Horizonte

Resumo da oficina: O CURA - Circuito de Arte Urbana de Belo Horizonte é hoje um dos maiores festivais de Arte Urbana do país. Priscila Amoni, artista muralista e uma das curadoras do evento, fará uma apresentação dos bastidores do CURA e da cena de street art do país e do mundo. A artista irá compartilhar sua experiência em produção de murais, ampliação de imagens em muros e fachadas, falará das técnicas e materiais do graffiti e muralismo, assim como dos meios de produção e viabilização de painéis. Os oficineiros vão vivenciar alguns exercícios de ampliação de desenhos e colação de stencil.

Currículo da professora: Priscila Amoni nasceu em Belo Horizonte, Minas Gerais, em 1985. Mestre em Pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, Portugal, hoje trabalha como pintora muralista. É curadora e co-criadora do festival CURA - Circuito Urbano de Artes; o segundo maior festival de pintura de fachadas de prédios do Brasil. Pintou um dos mais altos murais da América Latina, com 49 metros de altura. A artista tem murais em cidades do Brasil e do mundo, como Paris, Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte. Em 2017, pintou a fachada de um castelo, em Marcoux, na França. Em 2018, pintou a fachada de dois prédios: um em Juiz de Fora e outro em Paris. Já participou de diversas exposições coletivas e produziu desenhos para camisetas, capas e encartes de álbuns de bandas, como Camaleão Borboleta, da banda Graveola e o Lixo Polifônico.

Público: A partir de 14 anos

Pré-requisito: Nenhum

Material do aluno: Nenhum

Local: Sala 3.01 - Pavilhão de Aulas do Campus Santo Antônio/UFSJ (Praça Frei Orlando, 170 - Centro)

Período: 24 a 26 de julho (quarta a sexta-feira)

Horário: 13h às 18h20

Carga Horária: 16 horas/aula

Número de vagas: 30 vagas

 

 

Quero Ser YouTuber 

Resumo da oficina: A oficina ensinará técnicas necessárias para a construção de um vídeo curto. Os alunos aprenderão como desenvolver e produzir seus próprios vídeos e divulgá-los na web, além de receber dicas valiosas para se tornar um Youtuber.

Currículo dos professoreses: Fabiana Martins, Graziella Luciano e Ronaldo Afonso - A Sarasvati Produtora Cultural atua, desde 2008, com produções culturais, especializando-se em Audiovisual, em 2011. Principais oficinas já realizadas: 41 oficinas em quatro edições do projeto “Horizontes Periféricos”; três oficinas para o “MIS CINE Santa Tereza - BH”; oficinas no Festival de Inverno de Entre Rios de Minas; oficinas para a Magistra (Sec. de Estado da Educação de MG); oficinas no 1º e 2º Festival de Inverno de Bom Despacho.

Público: A partir de 11 anos

Pré-requisito: Nenhum

Material do aluno: Nenhum

Local: ONG Nova Geração Brasil: R. Ana Dias, 294 - Águas Férreas (Tijuco)

Período: 22 a 25 de julho (segunda a quinta-feira)

Horário: 8h às 12h

Carga Horária: 16 horas/aula

Número de vagas: 10 vagas

 

 

Vivenciando a Cultura Popular: oratórios e relicários reciclados 

Resumo da oficina: A oficina propõe um resgate da Cultura Popular regional por meio da confecção de Oratórios e Relicários, utilizando materiais recicláveis.Os Oratórios e Relicários além de serem peças ligadas ao universo religioso podem ser inseridos ao universo decorativo. Muitas vezes são utilizados como homenagem, não somente de divindades como também de figuras comuns.

Currículo do professor(a): Conrado Medeiros é artesão com experiência em diversas técnicas e materiais. Ministrou oficinas de artes pelo período de sete anos em comunidades na cidade de Tiradentes/MG. Foi premiado pelo voto popular e técnico no Concurso de Presépios da UFSJ (2014) com o "Teatro de marionetes" em papel machê. Integrou as cias teatrais "Movimento Marionete" e "Trupizupi", atuando como ator, figurinista e aderecista. Atualmente, desenvolve trabalhos de artes plásticas utilizando papel machê e pinturas de mandalas no projeto Art4.

Público: A partir de 15 anos

Pré-requisito: Nenhum

Material do aluno: Tecidos de algodão de diversas estampas, caixas de leite longa vida vazias, caixas de fósforo vazias, cola, pincel, latas rasas ( sardinha, atum) vazias, aviamentos diversos para decorar (cianinhas, fitas, lantejoulas, apliques, rendas, flores, pedrarias etc.).

Local: Sala 3.15 - Pavilhão de Aulas do Campus Santo Antônio/UFSJ (Praça Frei Orlando, 170 - Centro)

Período: 22 a 25 de julho (segunda a quinta-feira

Horário: 14h às 18h

Carga Horária: 16 horas/aula

Número de vagas: 15 vagas

 

 

Roteiro para Séries

Resumo da oficina: As narrativas ajudam a entender o mundo e nossa atuação em sociedade. As séries de TV permeiam o cotidiano e são a expressão mais contemporânea da contação de histórias, assumindo hoje o mesmo papel das narrativas míticas na definição de quem somos e de onde viemos. Com um mercado crescente no Brasil, as séries aguçam o interesse do público e apresentam uma nova possibilidade de atuação profissional dentro do audiovisual, dando voz à complexa realidade. O que define um projeto de série? Quais são as etapas de desenvolvimento? Como desenvolver bons personagens? Como definir a estrutura? A partir dessa perspectiva, o curso vai apresentar todos os elementos para a criação e desenvolvimento de roteiros de série, apresentando ferramentas de trabalho e abordando o dia-a-dia das salas de roteiristas.

Currículo da professora: Laura Barile é formada em Jornalismo pela PUC-SP e Direção Cinematográfica pela AIC, integrou a equipe de roteiristas de “Gaby Estrella”, indicada ao Emmy Kids Awards 2014. Desde então, esteve em Núcleos Criativos e Laboratórios contemplados pela Ancine, desenvolvendo projetos de séries, transitando entre o adulto e o infantil, o live action e a animação. Criou e coordenou o desenvolvimento da série de drama “Mostra Tua Cara” e coordenou a equipe de roteiristas da série infantil “Árvore dos Araújos”, para as TVs públicas do país.

Público: A partir de 16 anos

Pré-requisito: interessados em escrita e narrativas audiovisuais

Material do aluno: Nenhum

Local: Sala 3.18 - Pavilhão de Aulas do Campus Santo Antônio/UFSJ (Praça Frei Orlando, 170 - Centro)

Período: 26 e 27 de julho (sexta-feira e sábado)

Horário: 14h às 18h

Carga Horária: 8 horas/aula

Número de vagas: 30 vagas

 

 

Oficina de Tinta de Terra

Resumo da oficina: A oficina tem como proposta a apresentação das técnicas tradicionais que utilizam a terra como matéria-prima, visando a disseminação desses saberes e promover a conscientização acerca da preservação do patrimônio cultural. Para isso, a oficina conta com uma apresentação teórica, seguida da produção de tinta de terra. 

Currículo: Programa Saberes da Terra - Programa de Extensão do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), atuante desde 2011.  É parceiro de redes de ensino, museus e moradores da cidade e região, ensinando e resgatando as técnicas tradicionais construtivas, a saber: o adobe, o pau a pique, a tinta à base de terra, o hiperadobe etc. As atividades desenvolvidas dividem-se em dois momentos: o teórico e o prático, sendo demonstrada a todo momento a importância da conservação, aplicação e disseminação destas técnicas construtivas.

Público: Livre

Pré-requisito: Nenhum

Material do aluno: Nenhum

Local: APAE - Sala de Cerâmica (Av. Leite de Castro, 1380 - Fábricas)

Período: 25 de julho (quinta-feira)

Horário: 14h às 18h

Carga Horária: 04 horas/aula

Número de vagas: 15 vagas

 

 

Fotografia Urbana: processos criativos

Resumo da oficina: A paisagem urbana é fonte de inspiração para muitos artistas. Nesse sentido, a oficina visa uma abordagem sobre a fotografia de rua, seus conceitos, técnicas, produção e conhecimento de referências na área, como a fotógrafa Vivian Maier. A prática terá como intuito ir em busca dos personagens da cidade, captura de espontâneos e registro da arquitetura. O aluno aprenderá sobre enquadramento, composição e técnicas para uma fotografia harmoniosa. Outro objetivo é despertar o interesse de contemplação.  

Currículo da professora: Thaís Andressa é fotógrafa e futura jornalista. Desenvolve uma série de fotografia de rua intitulada: "Fragmentos do Cotidiano-Poéticas Urbanas". Realizou exposições individuais de fotografias no Museu Regional de São João del-Rei, Sesi Minas Yves Alves e Memorial Dom Lucas Moreira Neves. Atuou na cobertura fotográfica do Inverno Cultural UFSJ nos anos de 2017 e 2018. Desenvolveu pesquisa de Iniciação Científica com temática: Fotógrafas nas linhas de frente-Reflexões sobre o gênero na fotografia de guerra. 

Público: De 8 a 16 anos

Pré-requisito: Nenhum

Material do aluno: Nenhum

Local: Sala 3.12 - Pavilhão de Aulas do Campus Santo Antônio/UFSJ (Praça Frei Orlando, 170 - Centro)

Período: 23 de julho (terça-feira)

Horário: 14h às 18h

Carga Horária: 4 horas/aula

Número de vagas: 20 vagas

 

 

Uma Câmera na Mão e uma Ideia na Cabeça - oficina de introdução à produção audiovisual

Resumo da oficina: "Uma câmera na mão e uma ideia na cabeça - Introdução à produção de audiovisual utilizando dispositivos móveis" é a oficina do Programa de Extensão Por Outro Olhar do Curso de Comunicação Social - Jornalismo. Durante cinco dias, os participantes poderão viver uma experiência audiovisual única, coletando imagens, informações relacionadas com o tema do Festival - A Arte. Os participantes aprenderão sobre roteiro, captação de imagens, olhares diferenciados, montagem e edição do vídeo. 

Currículo do professor: Marcius Vinícius Barcelos possui formação técnica em Comunicação Visual pelo SENAC. Atualmente é técnico do Laboratório de Processos Fotográficos - DCOMS da UFSJ. Foi responsável pela direção de fotografia e assistente de direção do curta-metragem “Whisky com Soda” e pela direção de fotografia e som direto dos curta-metragens “Whisky com Soda” e “De Volta ao Clichê” respectivamente, ambas as obras de  Victor Klier. Realizou a exposição fotográfica “Instantes em Instagram”, no Inverno Cultural UFSJ de 2014.

Público: Acima de 18 anos

Pré-requisito: Nenhum

Material do aluno: Celular e/ou câmera e/ou sistemas de captação de áudio

Local: Laboratório de Fotografia (CTAN/UFSJ - Avenida Visconde do Rio Preto, S/N - Vila Joao Lombardi

Período: 22 a 26 de julho (segunda a sexta-feira)

Horário: 14h às 18h

Carga Horária: 20 horas/aula

Número de vagas: 10 vagas

 

 

Mosaico Cerâmico com a Comunidade Senhor dos Montes

Resumo da oficina: A proposta de oficina consiste na elaboração de um painel de mosaico cerâmico (em local a ser definido junto com a comunidade do bairro Senhor dos Montes). Os motivos a serem representados no citado painel serão coletados nas atividades que o grupo realizará junto aos moradores até o período do Inverno Cultural. (Por ex.: será realizada uma atividade para a discussão das condições de moradia das pessoas no bairro e de seus arredores e nela podem ser apontados os pontos de referência do local.

Currículo: GEPHIS - Grupo de estudos que visa adquirir conhecimentos sobre habitação de Interesse social, de modo a atuar ao longo do ano de 2019 por meio do Escritório Público de Arquitetura, no Senhor dos Montes. Esta proposta condiz com o objetivo do grupo que é dar assessoria técnica na reforma das habitações daquele bairro, por meio do empoderamento técnico e social da população e colaborará, consequentemente com a exaltação das qualidades físicas e melhoria das condições de vida da região.

Público: Livre

Pré-requisito: Nenhum

Material do aluno: Nenhum

Local: Escola Estadual Idalina Horta Galvão (Rua Nossa Senhora da Saúde, s/n - Senhor dos Montes)

Período: 27 de julho (sábado)

Horário: A partir de 8h30

Carga Horária: 08 horas/aula

Número de vagas: 30 vagas

 

 

APAE Aberta: oficina de cerâmica 

Resumo da oficina: Oficinas de cerâmica abertas à comunidade, no espaço em que se desenvolvem as atividades da Escolinha de Cerâmica. A atividade tem por objetivo aproximar, por meio do fazer artístico, a comunidade são-joanense da instituição APAE, além de dar maior visibilidade às ações educativas ali desenvolvidas, em especial o projeto da Escolinha de Cerâmica.

Currículo do professor: Kleber Silva é, desde 2012, professor da UFSJ, lotado no Departamento de Arquitetura Urbanismo e Artes Aplicadas - DAUAP. Tem doutorado e mestrado em Artes Visuais, pela Universidade Estadual Paulista – UNESP. 

Público: Livre

Pré-requisito: Nenhum

Material do aluno: Nenhum

Local: APAE São João del-Rei (Av. Leite de Castro, 1380 - Fábricas)

Período: 25 de julho (quinta-feira)

Horário: 9h às 11h / 14h às 16h

Carga Horária: 4 horas/aula

Número de vagas: 50 vagas

 


Universidade Federal de São João del-Rei
Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários
1988-2019 © Todos os direitos reservados