NOTÍCIAS

Uma despedida com cores e cantos

Tolerância, diálogo, conexão e liberdade. As quatro palavras-base para o 30º Inverno Cultural UFSJ ganharam ainda mais força no encerramento do festival com o cortejo organizado pelo Terno de Congada Moçambique e Catopé de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito e a roda de jongo do grupo Negra Mina.



O apito da capitã Maria Martins comandava os tambores e os movimentos do grupo de congado enquanto a bandeira, com imagens de Nossa Senhora do Rosário e de São Benedito, patronos do terno, seguia à frente, marcando os elementos da religiosidade e do sincretismo, fundamentais para a manifestação.

“Vamos seguir com fé, meus irmãos, essa coroa de Nossa Senhora”, cantavam os integrantes do grupo, entre chapéus e fitas coloridas, enquanto saíam do largo da Igreja de Nossa Senhora do Rosário, um ponto marcado pela história dos negros de São João del-Rei, rumo ao Largo da Cruz. Ao passar pela Igreja de Nossa Senhora do Carmo, uma pausa para reverência, na forma de um “salve” para os santos e as almas.

A pluralidade étnica do evento ficou mais forte com a participação de intercambistas vindos do México, da Colômbia, da Bolívia e do Timor Leste, com representantes da Assessoria para Assuntos Internacionais da Universidade Federal de São João del-Rei. O mexicano Adrian Paul Lopez Garcia, que está no Brasil há apenas uma semana, revela ter ficado encantado com o cortejo e com o Inverno Cultural, de forma geral. “Eu nunca havia visto nada como isso, é muito bonito”, comenta.

Ao chegar ao ponto final do cortejo, mais uma marca da ligação com a religiosidade: o Terno de Congado se despediu cantando “fique com Deus e Nossa Senhora, mas eu estou indo embora”. “Graças a Deus, missão cumprida”, finalizou capitã Maria.

As manifestações culturais, no entanto, ainda não haviam terminado. Voltando ao Largo do Rosário, o grupo Negra Mina uniu o som dos tambores ao canto e às palmas em uma roda de jongo. Integrantes do grupo, representantes do congado e até mesmo os espectadores puderam participar da roda e entrar na dança. Enquanto isso, longe no horizonte, o sol se punha lentamente, como se relutasse em dizer adeus ao último dia do 30º Inverno Cultural UFSJ.



Veja aqui cobertura fotográfica do cortejo. Visite, também, o Flickr do Inverno Cultural UFSJ: https://www.flickr.com/photos/oinvernoculturalufsj/albums/

Texto: Lucas Almeida
Edição: Rogério Alvarenga
Foto: Cortejo de encerramento, 30° Inverno Cultural UFSJ. Crédito: Thais Andressa
Publicado em: 30/07/2018


Universidade Federal de São João del-Rei
Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários
2016/2018 - Todos os direitos reservados